Your browser version is outdated. We recommend that you update your browser to the latest version.

Pacotes de Formação

Orientados para capacitação e empoderamento das comunidades temos para a si e sua organização ferramentas e metodologias universalmente comprovadas, saiba mais...


Junte-se a nós

Confira os nossos estatutos e candita-se para ser um membro da ADEL ou do FEDESMO. Mas não se esquece de enviar informações da sua organização ao Forum Provincial das ONGs de Sofala FOPROSA. Baixe os formulários Relatório de actividades 2014 e plano de actividades 2014

Galeria de Fotos

Fields marked with * are required.
click tracking

Desde 06 de Novembro de 2015.

Mangal

Também chamado Manguezale mangue, é um ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, encontrado em regiões tropicais e subtropicais.

O mangal é um ecossistema complexo e um dos mais produtivos do planeta. Característico de regiões tropicais e subtropicais, está sujeito ao regime das marés, dominado por espécies vegetais típicas, às quais se associam a outros componentes vegetais e animais.

O ecossistema mangal está associado às margens de baías, enseadas, barras, desembocaduras de rios, lagunas e reentrâncias costeiras, onde haja encontro de águas de rios com a do mar, ou directamente expostos à linha da costa.

A cobertura vegetal, ao contrário do que acontece nas praias arenosas e nas dunas, instala-se em substratos de vasa de formação recente, de pequena declividade, sob a acção diária das marés de água salgada ou, pelo menos, salobra.

A riqueza biológica dos ecossistemas costeiros faz com que essas áreas sejam os grandes "berçários" naturais, tanto para as espécies características desses ambientes, como para peixes e outros animais que migram para as áreas costeiras durante, pelo menos, uma fase do ciclo de sua vida.

A fauna dos mangais representa significativa fonte de alimentos para as populações humanas. Os estoques de peixes, moluscos e caranguejos, ameixoais,  crustáceos apresentam expressiva bio massa, constituindo excelentes fontes de proteína animal de alto valor nutricional. Os recursos pesqueiros são considerados como indispensáveis à subsistência das populações tradicionais da zona costeira

Os mangais desempenham importante papel como exportador de matéria orgânica para o estuário, contribuindo para produtividade primária na zona costeira. É no mangue que peixes, moluscos e crustáceos encontram as condições ideais para reprodução, berçário,  e abrigo para várias espécies de fauna aquática e terrestre, de valor ecológico e económico.

Os mangues produzem mais de 95% do alimento que o homem captura do mar. Sua manutenção é vital para a subsistência das comunidades pesqueiras que vivem em seu entorno. A vegetação de mangue serve para fixar as terras, impedindo assim a erosão e ao mesmo tempo estabilizando a costa.

As raízes do mangue funcionam como filtros na retenção dos sedimentos. Constitui importante banco genético para a recuperação de áreas degradadas

A floresta do mangal, localizada ao longo da Baia de Sofala tem sido utilizada, em alguns casos de forma insustentável para:

  • Obtenção da lenha para a confecção dos alimentos;
  • Extracção de madeira para o fabrico do carvão;
  • Corte de estacas para a construção de casas;
  • Abate de arvores do mangal para extracção de areia/ lodos para a cerâmica;
  • Deposição de resíduos químicos provenientes da lavagem dos navios, do lixo domestico que afecta directamente a qualidade do ambiente dos mangais;

Na África, muito dos habitats dos cerca de 40 mil quilómetros de litoral encontram-se ameaçadas em algumas regiões.

A FAO aponta que 38% dos ecossistemas litorais africanos estão ameaçados. A urbanização do litoral, a extracção de areias e o corte de árvores dos mangais são alguns dos factores de maior agressividade para o litoral. A pesca intensiva também está a afectar os mares africanos, uma situação que poderá ser crítica para a economia deste continente, uma vez que este sector contribui em mais do que 5% do produto interno bruto de países. Em Moçambique, a captura de camarão representa 40% das suas exportações. 

Muitas actividades podem ser desenvolvidas no mangais sem lhe causar prejuízos ou danos, entre elas:

  • Reflorestamento das áreas destruídas;
  • Uso eficiente do mangal como combustível através de fogões de alta produtividade
  • Pesca de subsistência, evitando a sobrepesca, a pesca de pós - larva, juvenis e de fêmeas ovadas.
  • Cultivo de ostras.
  • Cultivo de plantas ornamentais;
  • Criação de abelhaspara a produção de mel.
  • Desenvolvimento de actividades turísticas, recreativas, educacionais e pesquisa cientifica. 

Localização dos mangais na cidade da Beira

  1. Zona da cerâmica
  2. Praia nova
  3. Canal do Chiveve
  4. Praia do Regulo Luís
  5. Rio Maria
  6. Praia do Savane

 

 

Depoimento de Emilia Francisco:

Confira este depoimento em que uma das nossas beneficiarias reconhece que muitos não sabiam o que significa uma associação, apesar dela e seus colegas serem membros de uma associação na sua comunidade.

Constituição do Comite de Gestão de Recursos Naturais de Savane Sede.

Confira reflexos das nossas intervenções em torno de liderança, transparência democracia entre outro, tudo em prol do associativismo.

Depoimento após uma capacitação em matérias de associativismo.